quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

SEXUALIDADE


Eu sou heterossexual
sou roxo.
Eu sou homossexual
sou cor de rosa.
Eu sou bissexual
sou violeta neon.
Eu sou trissexual
abro meu leque na mão.
Eu sou quadrissexual
sou amarelo – limão.
Eu sou quinssexual
sou laranja – dourado.
Eu sou seis vezes
a cor do pecado.
Vou mudando de cor
até chegar no estado puro dos tons.
Sou branco virgem
na tonalidade assexuada.

Cristiane Nader

Roubado à Gitas

4 comentários:

rato do campo disse...

Virgem, não direi; mas cada vez mais branco, eu...

gitas disse...

Adorei esse poema e a imagem que escolheste está magnífica:)
Beijos
gitas

Paulo disse...

Muito bom! Faz-me lembrar uma coisa que já disse à Lili: como disse o Joaquim Manuel Magalhães, existem tantas sexualidades quantos seres humanos, porque todos somos diferentes. E o mundo é muito melhor por isso, mas há tanta gente que se esquece e que gosta de rotular por puro insulto...

Special K disse...

Rato do campo: Eu já não sei de que cor sou mas virgem de certeza que não sou.
Um abraço.

Gitas: também gostei da imagem, acredita que perdi um tempão até encontrar uma imagem que gostasse, acho que experimentei mais de dez.
Beijocas.

Paulo: Não podia estar mais de acordo, é na diversidade que está a riqueza.
Os insultos são produto da ignorancia, são pessoas que vêem o mundo a preto e branco, não conhecem outras cores.
Um abraço.