sábado, 22 de março de 2008

CANTIGA DE AMIGO E DE AMADO


Ca morreu o meu amigo
o que surrealista migo
na escurana da manhã,
ca morreu o meu amigo
por todolo bem que fez consigo
vou pôr outro Dolviran.

Ca morreu o meu amado,
o que se fazia no prado
sobre las terras da louçã,
ca morreu o meu amado,
pelo sabor que me ha cobrado
vou pôr outro Dolviran

Ca morreu trigoso e gentil
e não mais irá a fossado
nem de seu elmo constelado
terá nome Alexandre O'Neill
ca morreu má hora e mau grado,
em as ondas do mar quebrado
vou pôr outro Deprimil

E s' dormiu, o de corpo delgado,
sob'lo pano mais fraguado
que todolos que possam estar
nessa côrte que não tem lado,
em o quarto mais retirado
o seu sopro quero catar

E se lá secam as delgadas
e as aljavas deslustradas
que gostosa eu lavava aqui,
não mais serei destas estradas
e destas terras desterradas
irei pôr o Dolviran i.

Mário Cesariny
"Pena Capital"
Foto: David Morgan

10 comentários:

Paulo disse...

Este poema é genial. Com esta escolha, fizeste-me lembrar a lírica medieval que terei de revisitar. Há umas boas cantigas para citar, ó se há!
Um abraço

pinguim disse...

Mais uma "trilogia" fabulosa; sim o poema é magnífico e é raro verem-se poemas destes por aí: só mesmo Cesariny...
Mas a foto, que espanto! Que combinação perfeita!
A música é Patty Smith...
Abração.

Special K disse...

Paulo: Não só este poema é genial como quase todos os outros que constam neste livro. A poesia medieval tem coisas muito boas, lembro apenas um dos grandes monarcas da nossa história, o rei-poeta D. Dinis.
Um abraço.

Special K disse...

Pinguim: Esta "pietá é lindíssima e já a postei, creio que no "Sensual World".
Andei algum tempo à volta da Patty Smith para a pôr em Autoplay mas consegui.
Um abraço.

Alma Nova disse...

Belo poema que nos trouxeste!
Um beijinho para ti também...e Boa Páscoa!

Moi disse...

Bravo surrealismo! Avé Cesariny!

Náufrago...
Narcótico...
Alent'jani!

J

gitas disse...

Espectacular poema!:) Não conhecia.
Beijos

Special K disse...

Alma Nova: Obrigado por passares por aqui.
Boa Páscoa.
Beijos

Special K disse...

Moi: Já tinha passado pelas tuas Brumas. Obrigado pela visita.
Ave Cesariny.
Um abraço.

Special K disse...

Gitas: gosto muito deste poema. O "Pena Capital" é o meu livro preferido do Cesariny.
Beijos