terça-feira, 3 de junho de 2008

OPERATION MINDCRIME



Eu sei que entre os meus leitores não deve haver muitos fãs de heavy metal, por isso nem tinha intenção de falar do concerto mas depois de ontem ter visto os Queensrÿche na Aula magna mudei de ideias.

"Operation Mindcrime", é um dos históricos álbuns conceptuais da história do rock mais pesado e faz 20 anos em 2008.
O disco conta a história de Nikky, um jovem dependente de drogas que é aliciado por uma organização liderada pelo misterioso Dr. X, que aproveita a sua dependência para lhe fazer uma lavagem cerebral e o levar a cometer assassínios a mando do Dr. X.



"Operation Mindcrime I"(1988) e "Operation Mindcrime II"(2006) foram os dois discos tocados e dramatizados na integra no concerto da Aula Magna. assim alguns actores interagiram com a banda para contar a história de ambos os discos. Destaque para a extraordinária Pamela Moore no papel de Sister Mary e para a aparição em vídeo de Ronnie James Dio(Dr. X no disco de 2006) que com a sua voz gravada acompanhou a música da banda.


Já em encore, o espectáculo acabou em apoteose e como um concerto normal, com o pessoal todo de pé, a abanar a carola com três clássicos da banda fora dos "operations mindcrime". O último foi este "Silent Lucidity" do álbum "Empire" de 1990.



Enquanto, não muito longe da Cidade Universitária", se reunia uma trupe infernal de pré-adolescentes para vibrar com o penteado do vocalista dos Tóquio Hotel, por ali reunia-se alguma da velha guarda dos metaleiros dos anos 80. Foi bom ver algumas caras que não via há alguns aninhos, já sem contar com os já costumeiros frequentadores destes eventos.
A maior, e não menos agradável surpresa, foi encontrar alguém que conheci por estes lados e que não estava mesmo à espera de ver num concerto de rock pesado.

Foi o início de uma semana louca sem dormir...
Quinta-feira há Metallica e Moonspell no RIR e já amanhã há noitada de trabalho até às tantas. Esta última vai ser a que me vai deitar mesmo abaixo.

16 comentários:

Socrates daSilva disse...

Confesso que o Metal não é uma area onde me mexo muito á vontade. Mas, tenho aprendido umas coisas...
Abraço

pinguim disse...

Não me fales de Heavy Metal; quando penso em 5ª.feira, até tremo...
Abraço.

Special K disse...

Sócrates: É assim mesmo, sempre a aprender.
Um abraço.

Special K disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Special K disse...

Pinguim: Não penses nisso ainda vais acabar um fã incondicional ;)
Então a gente vê-se por lá.
Um abraço.

gitas disse...

Não faz o meu gosto, mas fizeste aqui uma boa reportagem:)
Beijos

Catatau disse...

Eu sou mais bolos, rsrsrsrs. Mas acho muito giro todo o folk metaleiro. :)

lua ( disse...

Boa sorte,amigo! boa recuperação do soninho.... sem café! hehhehehe

beijossss

The Unfurry Swear Bear disse...

Metal é que é wooooooooooh fazer cornos!!!! (como diz um amigo meu lol) e helicopteros com o cabelo há anos 80... não sabia que os Queensryche ainda estavam vivos lol, nunca fui um grande fã deles, tenho pena, dessa epoca prefiro Helloween ou Stratovarius :P

Special K disse...

Obrigado Gitas.
Um beijo

Special K disse...

catatau: Durante os anos 80 era muito mais giro. Havias de me ver nessa altura.
Um abraço.

Special K disse...

lua (
Minha amiga, quando se corre por gosto não há cansaço, o pior é quando as noitadas são a trabalhar.
Um beijo

Special K disse...

Unfurry: Ainda estão bem vivos e apesar de estarem longe dos meus preferidos foi um grande espectáculo.
Também gostava muito dos Helloween dos primeiros discos, cheguei a vê-los ao vivo em Cascais, com Iron Maiden, senão me engano.
Um abraço.

Anônimo disse...

Olá Special :))))))

Passei só pra te dar um beijinho e perguntar se por acaso fui eu a maior mas não menos agradável surpresa, fui, fui ?

É verdade, não estaria ali se não fosse também por uma pessoa muito Special :)

Achas que destoei muito ali ? :)

Gostei mesmo muito e aquele final emocionou-me até...

(Se por acaso não for eu essa boa surpresa não digas nada que é pra eu não ficar triste ,sim? )

Gostei de te ver e obrigada pelo miminho.

Um beijo com cheirinho a Norte,

Duxa

Special K disse...

Duxa:
Claro que sim, só podias ter sido tu. Não destoaste de maneira nenhuma mas confesso que não te julgava apreciadora deste tipo de música. pelos vistos foste levada por alguém especial.
Já sei que o encontro aí pelo Porto correu bem.
Um beijo com cheiro a Lisboa

WolfHeart disse...

Pois é...
...cruzamo-nos de raspão no concerto neste concerto, com toda a certeza.
Só tenho pena de não os ter apanhado na tourneé do "Promised Land"