sexta-feira, 18 de abril de 2008

LUÍS FILIPE ÀS VEZES


Foi hoje de manhã que soube da notícia, ainda olhei para o calendário mas não era dia 1 de Abril.

Não morro de amores pelo Sr. Menezes e pelo seu séquito mas acho isto uma palhaçada. parece que andam a brincar aos políticos. Espero que vá e não volte. Já agora se isto ajudar a fazer desaparecer aquela nódoa do Santana Lopes só posso ficar feliz.

6 comentários:

The Unfurry Swear Bear disse...

concordo plenamente contigo e a politica do PSD ultimamente nem politica era, criticar tudo mas dar alternativas nada... aliás é assim que funciona a politica por cá ultimamente, o PS faz o que quer porque não há uma oposição coerente, e que saiba dar alternativas... é uma tristeza..

gitas disse...

Ele ou outro é igual, é tudo a mesma m****!
Beijos

pinguim disse...

Isto cheira-me a bluff, como muito bem diz o Eduardo Pitta no blog "Da Literatura".
A ver vamos, como diz o cego.
Mas, e eu de PSD não morro de amores, quem marca eleições internas apenas com um mês de antecedência, sabe que nenhum candidato (em qualquer partido democrático) tem possibilidades de contactar as base e expoôr o seu porgrama, a não ser que as bases "já o conheçam"; por outro lado quem se quer queimar neste momento, dentro dos barões do PSD; só se fôr o louco do Santana, pois dali tudo se epera...
Abraço.

P.S. - Sócrates continua a sorrir...

Special K disse...

Unfurry, desde que o Cavaco abandonou a liderança do partido que nunca mais conseguiram ninguém de jeito. Todos os que por lá passaram foram uns oportunistas à procura de protagonismo. Falo apenas dos mais visiveis, Durão, Santana e Menezes.
sócrates está a criar um vazio de poder à sua volta, quando abandonar o PS para se candidatar a PR vai acontecer o mesmo.
O que mais me irrita na política partidária são certos senhores que se escondem na sombra quando se escolhe um líder. Depois fazem tudo para puxar o tapete a esse mesmo líder.
Desculpa o testamento
Um abraço.

Special K disse...

Gitas: Tens toda a razão, estamos condenados a este rotativismo medíocre entre PS e PSD. Entretanto quem a paga a factura somos nós.
Beijos

Special K disse...

Pinguim: ele diz que não se recandidata, no entanto essa hipótese ficou no ar. Provávelmente é uma jogada à Alberto João Jardim para sair desta história com a liderança consolidada e legitimada.
Quanto a amores, estou bem longe, tanto do PSD como do PS.
Um abraço.