segunda-feira, 6 de agosto de 2007

AVENTURAS TRANSMONTANAS

Para quem se interrogou sobre a localidade da postagem anterior aqui ficam mais uma pistas. É uma bela vila do nordeste transmontano, terra natal do poeta Guerra Junqueiro.


Pelas arribas do Douro em minúsculas e arrepiantes estradinhas com o termómetro nos 44 graus.

2 comentários:

pinguim disse...

Pois é caro amigo, não se pode dizer que gostes de complicar a vida aos teus amigos, pois a pista é mais que suficiente. estiveste então pelas terras do nordeste, nomeadamente em Freixo de Espada à Cinta; calculo o calor, são as terras de "9 meses de Inverno e 3 de inferno"Es+ero que tivesse sido retemperador, apesar do calor.
Abraço.

Special K disse...

Pois é verdade meu amigo João, trata-se mesmo de Freixo, o calor torna-se quase insuportável no meio daqueles montes maravilhosos. E tal como diz o ditado é um frio de rachar no Inverno. Mas acho que suporto melhor o frio de lá que o frio de Sintra.
Um abraço.