segunda-feira, 25 de agosto de 2008

HÁ 20 ANOS LISBOA ACORDAVA ASSIM...

26 comentários:

Arion disse...

Lembro-me muito bem.

Smile disse...

Lembro-me bem desse dia e ano... hoje o Chiado está diferente, na opinião de uns para melhor outros para pior... apenas, para mim, diferente... lembro-me bem de ir ao Grandella e aos armazéns do Chiado, ir à Valentim de Carvalho comprar uns singles... e lembro-me daqueles malfadados bancos e canteiros no meio da rua do Carmo… foi um dia triste… que nada voltaria a ser como antes. Muita coisa ficou por esclarecer…
Mas como tudo na vida, por vezes renascemos das cinzas, e o Chiado não fugiu a isso … renasceu das cinzas… demorou, mas ganhou vida… adoro lá ir, com alguma saudade do passado, mas isso faz parte da vida….
Bjs

iLoveMyShoes disse...

Estava em França nessa altura, de férias... e lembro-me de ver as imagens e das lágrimas me terem corrido pelo rosto... Tinha 14 anos na altura...

pinguim disse...

Também estava ausente e fiquei incrédulo ao saber deste acontecimento tão triste.
Abraço.

Ophiuchus disse...

Foi à hora do almoço no jornal da tarde. Na minha primeira década. Nas reportagens de hoje descubro uma colega do primeiro ano de curso a vender casas nessa zona (ainda démos umas beijufas antes de me assumir... Coincidências!)

Socrates daSilva disse...

Esse dia está bem marcado na minha memória. Poucos dias antes tinha comprado uma coisa muito desejada nos Armazens do Grandela. Foi um dia muito triste mesmo!
Embora esteja a ser uma recuperação lenta, acho que está no bom caminho.

Abraço!

gitas disse...

Foi horrível!
Estava de férias na costa e vi na tv.
Fiquei de rastos, porque era um dos sítios para onde costumava ir.

lua ( disse...

Foi na vespera do meu 14ª aniversário... Ficaram as imagens na memória principalmente porque era, suposto no dia seguinte ir escolher o meu piano ao Salão Musical de Lisboa, proximo da zona ardida! Chorei quando o meu pai me disse que não iamos...O piano só o fui buscar uns tempos depois, quando tudo já estava a voltar ao normal... Fiquei mesmo muito triste...

Keratina disse...

Eu lembro-me perfeitamente. Esteve nesse dia uma caloraça desgraçada. E no dia seguinte morria o Carlos Paião num acidente de carro.
Foram duas notícias que me lembro e que me marcaram.
Agora fico incrédula pela passagem do tempo: 20 anos?!
Caso para dizer, bolas como eu estou velha, lol

sp disse...

Lembro-me bem do cheiro a fumo ainda intenso algumas semanas depois...

Um abraço.

Oz disse...

Por razões que não só as do fogo, esse dia será sempre inesquecível para mim. E já lá vão 20 anos!
Abraço

Paulo disse...

eu só tenho uma vaga memória do acontecimento... na altura, devia andar preocupado com outras coisas e Lisboa ainda era uma cidade muito distante para mim.
abraço

Tongzhi disse...

Eu lembro-me muito bem desse dia. Estava numa reunião de trabalho em casa de uns colegas que vivem numas águas furtadas na Rua de S. Mamede. Pelas janelas das trapeiras subimos para o telhado e estivemos a ver o Chiado a arder. Terrível a visão que se tinha.

Special K disse...

Arion: Eu também.
Um abraço.

Special K disse...

smile: Está diferente sim, não sei se para melhor ou para melhor. Infelizmente já não me consigo lembrar bem como aquilo era antes do incêndio, e passei por lá tanta vez.
beijos

Special K disse...

Ilovemyshoes: Pois eu tinha 18 anos e também senti profundamente a tragédia. Era o meu local preferido para passear e onde comprei uma boa parte da minha colecção de vinis. No entanto fizeram um bom trabalho e a baixa adquiriu vida nova.
Um abraço

Special K disse...

Pinguim: mesmo pela televisão era assustador ver aquelas chamas. Há poucas coisas mais terríveis que ver o fogo ameaçar as nossas casas e as nossas vidas.
Um abraço.

Special K disse...

Ophiuchus: Realmente uma curiosa coincidência.
um abraço

Special K disse...

Sócrates: De acordo com a data devia estar a poucos dias da costumeira farra que faziamos quase todos os meses naquela zona quando recebiamos o cheque com o dinheirinho do curso que frequentava em Queluz. Aliás foi lá que soube da notícia, alguém veio dizer que a baixa estava a arder.
Um abraço

Special K disse...

Gitas: Era o sítio de paragem obrigatória de toda a gente em Lisboa, os grandes centros comerciais ainda eram raros.
beijos

Special K disse...

Lua: Sabendo eu como gostas de música calculo a tua desilusão pelo piano. O que interessa é que ele acabou por chegar.
Beijos

Special K disse...

SP: Eu também me lembro de algum tempo depois de passar por um enorme buraco que se tornou uma éspécie de estaleiro das obras de recuperação.
Um abraço

Special K disse...

Keratina: é verdade foram dois acontecimentos tristes que nos abalaram quase em simultâneo.
Pois é, 20 anos passaram assim num repente, por que é que a vida passa tão depressa por nós?
Beijos

Special K disse...

OZ: Só espero que as outras razões, que não as do fogo, sejam bem mais agradáveis.
Um abraço

Special K disse...

paulo: Curioso que parece aquela velha história do "onde é que estavas no 25 de Abril?". Não era essa a intenção do post, mas gostei de ver o pessoal puxar pelas memórias de há 20 anos.
Um abraço

Special K disse...

Tonghzi: imagino como seria ver aquelas imagens, até pela televisão era assustador.
Um abraço.