quinta-feira, 7 de agosto de 2008

CINDY DESANCA BUSH


Em entrevista ao jornal britânico The Times, a cantora norte-americana Cyndi Lauper arrasou com o presidente George W. Bush e mostrou o seu apoio à comunidade LGBT.

"Esta é a comunidade que eu amo - tipo um investimento mas sem quere lucros (referindo-se à fundação True Colours). Estive ao lado de gays toda a minha vida e por isso, ouvir pessoas como George W. Bush dizer que a comunidade gay é composta por anti-americanos, faz meu sangue ferver", explicou a cantora.

"O homem que salvou a Casa Branca, um dos heróis do 11 de setembro, era gay, e Bush nunca se lembrou de mencioná-lo. Este homem salvou o seu 'traseiro' sujo", disse. "Agora, este mesmo tipo, que diz orar a Deus, mas que na verdade é quem promove o medo e o ódio, é justamente o que chamamos de presidente. Ele sim, é o verdadeiro anti-americano", concluiu.

Lauper também revelou ao The Times que já tentou, por diversas vezes, ser gay. "A minha irmã é gay, os meus melhores amigos são gays. Achei que teria de ser gay também, desse por onde desse. Por isso, fiz tudo que eles faziam. Tentei beijar mulheres, mas a coisa não funciona para mim", revela Lauper.

10 comentários:

pinguim disse...

Se por um lado, acho que Cyndi Lauper fez muito bem em dizer o que disse acerca daquele atrasasdo mental, também acho um pouco ridiculas as suas afirmações de que já tentou por várias vezes ser gay, mas não conseguiu; como o fa cto de se ser ou não gay seja um caso de tentativas...
Abraço.

enginethrobs disse...

eu acho que ela estava a ser superiormente irónica: dizem que os gays escolheram ser gays, certo?
O que ela diz é que bem que tentou mas nunca conseguiu... e bem que tentou, mas ser-se gay não é uma escolha. ;)

g disse...

Vou estar atenta, gostei do que ela disse, e compreendo porque há quem gostasse tanto de ser hetero que também exprimenta...!

gitas disse...

Gostei das declarações dela contra o Bush.
Beijos

Socrates daSilva disse...

Rapariga valente...
Abraço!

Special K disse...

Pinguim: De início também me fez um pouco de confusão mas depois cheguei à mesma conclusão do Engine, penso que ela estava a ser irónica.
A irmã dela é lésbica e ela sempre sentiu de perto a discriminação, como se fosse com ela própria. No entanto é natural que tenha tentado experiências com outras mulheres que não resultaram.
Um abraço.

Engine: Como já disse ao Pinguim, concordo contigo.
Um abraço.

G: Gostavam de ser hetero, ou não querem ser gays?
Beijos

Gitas: Acho que só o Bush e os amiguinhos é que não gostaram.
Um beijo.

Sócrates: Sempre foi.
Um abraço.

Maldonado disse...

Ela subiu na minha consideração...

Special K disse...

Maldonado, obrigado pela visita e pelos comentários.
quanto à Cindy sempre gostei dela.
irei visitar o teu cantinho assim que possa
Um abraço.

Paulo disse...

eu gosto da gaja por não ter papas na língua. grande Cindy! e claro: no fundo o que ela quis dizer é que não é possível mudar a nossa natureza. coitada: deu heterossexual...

Special K disse...

Paulo: Não é mesmo possível mudar a nossa natureza sexual, por isso desconfio sempre desses bruxos que dizem possuir a cura para a homossexualidade.
Será que também conseguem curar a heterossexualidade?
Um abraço