quinta-feira, 22 de maio de 2008

O MUSEU DAS PILINHAS


Como grande apreciador de museus acabo de descobrir um bem interessante: O Museu Falológico Islandês.
É isso mesmo que estão a pensar, um museu de falos. São cerca de 261 pénis de cerca de 90 espécies animais, de todas as formas e tamanhos possíveis de imaginar. Enquanto o mais pequeno não ultrapassa os 2mm e precisa de uma lente para ser visto, o maior pesa 70 kilos e tem 1,70 metros de comprimento.
Deuses, é maior que eu!!!!!!

Para enriquecer esta colecção, falta o orgão mais bonito de todos, o humano. Mas não desesperemos pois os responsáveis do museu só estão à espera da morte de um dos quatro beneméritos que se ofereceram para doar o seu precioso instrumento para a colecção.

Sinceramente eu gosto deles bem vivinhos e a pulsar de vigor mas se algum dia passarem por Reykjavik não deixem de visitar este curioso museu.
Via: Caracolinha e Expresso
Site: Phallus.is


Em S. Petersburgo há um curioso museu dedicado ao sexo. O seu fundador é um urologista russo que alega ter na sua colecção o pénis do famoso Rasputin. Ao que parece o famoso mistico russo era dotado de um orgão de 27 cm, o que deve explicar a admiração da czarina pelo excêntrico barbudo.
Com 27 cm ou não tem um aspecto um pouco mórbido.

Digo e repito gosto deles bem vivos e a mexer.

13 comentários:

disse...

É caso para dizer: "Ele há coisas do cara#&o!"
Certo? Abraço.

gitas disse...

lol, estou estupfacta!:))))
Beijos

Catatau disse...

E fazem exposições itinerantes?! Tenho mais do que fazer do que ir a Reykjavik ver pirocas de animais, rsrsrsrs.

Agora a sério, não deixa de ter piada, em especial o museu do sexo de S. Petersburgo (que espero que seja melhor do que o de Barcelona, situado num prédio nas Ramblas). Mas estou contigo - letra morta não tem assunto.

O Rasputin?! Karedo!... faria o John Holmes murchar de vergonha. Agora se percebe porque é que ele teria corrido quase todo o gineceu da corte!... Mas olha que elas deviam ter estômago, pois, ao que consta, aquele alucinado não se lavava. Lá está: era feio, porco e grande. :D

pinguim disse...

Já tinha visto isto "por aí" e olha que não é coisa que me interesse mìnimamente; acho até um pouco anormal: pilas de animais...mas que ideia cretina!

Paula disse...

Dá que pensar realmente!
Bom, como objectos de estudo, tudo se permite! Em favor da ciência!!

lua ( disse...

olha, eu cá por mim, só mesmo pela curiosidade de ver as várias diferenças dos animaizinhos, porque de resto acho muito estrrranho...muito estrrranho... bizzzarrroo....
:%

g disse...

Que ideia, só mesmo na Islândia aquele país deve ser um fascinio.

sp disse...

Bizarro e mórbido... mas enfim!!! Será que este museu está às moscas??

Special K disse...

Zé. Realmente, ele há mesmo coisas do cara#&o. ;)
Um abraço.

Gitas: Então se visses um desses de 1,7m ao vivo é que caias para o lado :)
Bjks

Paula: Exactamente, eu pelo menos não veja nenhum mal nisso.
Bjks

Lua( Realmente é estranho e bizarro alguém querer ver pénis embalsamados em vez deles bem vivinhos e a pulsar de vida ;)
Bjks

G: Por acaso é um país que gostava de visitar. Mas não era para ver este museu. Bem se calhar passar á porta acho que entro por curiosidade.
Bjks

SP: Olhe que não! Olhe que não!
Um abraço

Will disse...

Credo: o do rasputin parece a pila de um burro!

Special K disse...

Will: Parece mesmo, é horrível!
Um abraço.

Luis disse...

Mais um motivo para me levar um dia talvez à Terra do Gelo... Obrigado pela nota.
Quanto ao comentário final, bem sublinhado, vê lá o que andas praí a anunciar!...
Abraço,

Special K disse...

Luís: Não ando a anunciar mentira nenhuma, gosto mais de coisas vivas que mortas ;)
Um abraço